quarta-feira, março 25, 2009

SATISFAÇÕES

A correria ta danada. Tem faltado vontade de escrever por aqui. Ando mais interessado no blog dos amigos. Nem tive tempo pra responder comentários. Se tudo der certo, semana que vem, este volta ao normal. Não desistam.

Fiquei sabendo que Complexo Sistema de Enfraquecimento da Sensibilidade foi muito bem em Curitiba. E já estão encerrando as atividades, por enquanto, aqui em São Paulo. Mais informações nos blogs do Diego Torraca e Ruy Filho ai do lado. Se atentem.

Queria falar sobre Gran Torino, o novo filme de Clint Eastwood, que vi semana passada. Bom, enquanto isto não é possível, recomendo-o. Recomendo uma porrada de outras coisas. Como a peça Natureza Morta, dirigida pelo brother Eric Lenate. Putz, to sofrendo algum lapso. Minutos atrás tinha várias coisas pra recomendar, agora me deu branco e não to com vontade de fazer nenhum esforço contra este branco, prometo que assim que for lembrando, vou recomendando.

Até que enfim, depois de quase um ano, acabei de escrever meu primeiro monólogo. “O HOMEM COM A BALA NA MÃO”. Falta a querida amiga Virginia de Baumont terminar a revisão gramatical, pra depois eu mandar bala. Espero que os amigos daqui consigam ver ainda este ano. Primeiro, segundo meus planos, é estreiar pelo interior.

10 comentários:

Pedro Pellegrino disse...

Pankada, pô ,que legal seu monólogo! Já tô na primeira fileira do teatro. Grande abraço.

Camilo I. Quartarollo disse...

Olá Pankada, não é à toa que não cria barriga, sempre correndo. Grato pelos seus comentários, sei que tem muitos amigos e blogs, atividades mil. Um abraço e sucesso. Ah, descanse um pouco. Meu pai diz que cinco minutos, após o almolço já repõe as energias de quem corre muito.

Carlstrom disse...

Este filme Gran Torino muito jóia hein Paulinho?

Priscila Nicolielo disse...

merda!!!
beijos e saudades!

Anônimo disse...

Você é tão diferente do que parece...
Bom, muito bom.
Tinha certeza que você não era um desses caras de academia.
Ana P.

PANKADA disse...

Pedro, sabe que já to te esperando lá hein... abração

PANKADA disse...

Fala Camilo, seus contos ou crônicas caipiracicabanas garantem minha visita diário à tua página... abração
quando moleque ouvi uma frase que nunca sai da cabeça: pra que descansar agora, se depois terei uma eternidade para isso?

PANKADA disse...

Fala Carlstrom... Num valeu a pena mesmo? Filmaço né?

PANKADA disse...

Valeu Pri!!!

PANKADA disse...

Ana P. quem é vc? Pois se enganou, passo a maior parte do tempo dentro de uma academia. Trabalho com isto.